sábado, 19 de agosto de 2017

Existe partido político menos corrupto?

A cada escândalo de corrupção, surgem partidários acusando adversários. Mas seja qual for o governo, os escândalos são os mesmos. Não existe diferença entre qualquer sigla partidária após as eleições. O posicionamento pode variar para ganhar votos, mas na hora de governar todos adotam as mesmas práticas.


Os doadores de campanha são os mesmos. Os aliados são os mesmos. Muitas vezes até os ministros são os mesmos, por que o governo seria diferente?



Em delação premiada, executivos e ex-executivos da Odebrecht envolveram pelo menos 415 políticos de 26 partidos.



Nas delações do presidente e diretor de Relações Institucionais do grupo J&F constam 1.829 políticos de 28 partidos entre candidatos a presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual.


Entre os partidos que não foram citados, estão PSOL, PCB, PCO e PSTU, siglas de esquerda que não aceitam doações de empresários. Destes, apenas o PSOL possui representantes eleitos no Congresso.



São literalmente meia dúzia em um Congresso formado por 513 deputados, são eles: Chico Alencar, Edmilson Rodrigues, Glauber Braga, Ivan Valente, Jean Wyllys e Luiza Erundina.


Ainda sem candidatos eleitos, por ter participado apenas das eleições municipais, a Rede Sustentabilidade é outra sigla em busca de meia dúzia de parlamentares que não constam na lista dos escândalos de corrupção.



Os deputados filiados à REDE são Alessandro Molon, Aliel Machado, João Derly e Miro Teixeira. O partido conta também com o senador Randolfe Rodrigues.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Pirâmide financeira explicada em desenho animado

Você já deve ter recebido uma proposta imperdível de investimento que consistia basicamente em recrutar novos membros e que tornaria todos os participantes ricos em pouco tempo. É claro que é um golpe, mas pega muita gente desavisada que acaba perdendo boa parte do valor investido.

Para ajudar a entender como funciona o esquema, a série de animação Os Jovens Titãs Em Ação, exibida no Brasil pelos canais Cartoon Network e SBT, dedicou um episódio ao assunto.



Pela legislação brasileira, a prática de pirâmide financeira configura crime contra a economia popular. A lei n° 1.521, de 26 de dezembro de 1951, estabelece pena de 6 meses a 2 anos de prisão, além de multa, para o crime de "obter ou tentar obter ganhos ilícitos em detrimento do povo ou de número indeterminado de pessoas mediante especulações ou processos fraudulentos".

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Moedas de 1 real que valem mais de 100 reais

Todos os dias recebemos moedas de um real como troco na padaria ou supermercado. Algumas delas valem mais de 100 reais entre os colecionadores e muita gente não imagina que está perdendo dinheiro ao repassá-las apenas pelo valor de face.


Uma delas foi emitida em 1998, com motivo alusivo à celebração dos cinqüenta anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, na quantidade limitada de 600 mil peças.

Outras moedas disputadas pelo colecionadores são as comemorativas da olimpíada do Rio de Janeiro. Lançadas em 2016, foram emitidas 20 milhões de cada modalidade esportiva e são comercializadas em torno de 4 reais cada uma. Mas uma delas foi lançada após a cerimônia de encerramento da olimpíada de Londres e teve tiragem menor.

São apenas 2 milhões moedas, o que acabou valorizando a peça e fazendo com que também seja comercializada por mais de cem reais entre os colecionadores.  

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Site oferece descontos para produtos que você comprar no supermercado

Uma das dificuldades de aproveitar descontos na internet é o custo do frete. Às vezes o preço da entrega acaba saindo mais caro do que o produto. A novidade é comprar pela internet, adquirir o produto no supermercado mais próximo e receber o reembolso enviando o cupom fiscal pelo site.


Com descontos em torno de 50%, o site off3r.com.br traz ofertas diariamente que podem ser adquiridas pelo usuário com reembolso em até um dia útil após o envio da chave de acesso que consta no cupom fiscal.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Artistas criam campanha para pressionar deputados a votarem contra Temer

Uma boa parte da classe artística se reuniu para cobrar os deputados para que aceitem a denúncia do Ministério Público e o presidente Michel Temer seja afastado do cargo.



No site 342 Agora há um placar atualizado em tempo real com a intenção de voto de cada parlamentar e infográficos explicativos do processo de votação.



A proposta da iniciativa é utilizar as redes sociais para pressionar os deputados até reunir os 342 votos necessários para o prosseguimento da investigação.



Entre os apoiadores estão Glória Pires, Martinho da Vila, Karol Conka, Caetano Veloso, Wagner Moura, Aline Moraes, Seu Jorge, Leandra Leal, Criolo, Adriana Esteves, Jorge Vercillo, Maria Gadú, Fernanda Lima, Débora Falabella, Camila Pitanga, Letícia Sabatella, Bruno Gagliasso, Maria Casadevall, Nando Reis, Vanessa Gerbelli, Raí, Fernanda Abreu, Samuel Rosa, Sônia Braga, Daniel de Oliveira, Tonico Pereira, Bebel Gilberto, Vanessa da Mata, Fioti, Fábio Assunção, Lia Sophia, Raí, Paulo Ricardo, Patrícia Bastos, Paulo Miklos, Enrico de Miceli, Mateus Solano, Rogério Flausino, Louise Cardoso, Otto, Luís Miranda, Daniel Filho, Daniela Mercury, Frejat, Marcelo D2, Céu, Débora Bloch, Ziraldo, Débora Nascimento, Marina Person, Tico Santa Cruz, Cláudio Ohana, Nanda Costa, Drica Moraes, Sandra de Sá, Nelson Freitas, Júlia Lemmertz e muitos outros.

sábado, 24 de junho de 2017

Dentista brasileira cria gel que remove cáries sem dor

A pesquisadora brasileira Sandra Kalil criou um gel inovador, que é fabricado com a casca do mamão e elimina as terríveis cáries. Com ele, o desagradável motorzinho do dentista é deixado de lado, além disso, a remoção das cáries é feita de forma bem mais suave, sem prejudicar os dentes.



O gel amolece a cárie e permite que ela seja retirada com uma cureta, sem necessidade de anestesia. A Dra. Sandra desenvolveu a pesquisa com papaína no centro de pesquisas da Universidade de Santos e na USP. O gel é à base de papaína, enzima extraída da casca do mamão papaia verde. A enzima tem ação seletiva e não ataca o tecido sadio dos dentes. Associada à cloramina, a papaína amolece as cáries.




A dentista se inspirou em uma conversa com a mãe, que contou que a casca do mamão era usada para amolecer a carne. Ela associou essa capacidade ao potencial cicatrizante da substância, eficiente em queimaduras e feridas. Testou várias composições e chegou à fórmula ideal. A ação é rápida e demora cinco minutos: o gel é colocado na cárie e amolece o tecido contaminado, que depois é retirado com uma cureta.

O gel papacárie custa 86 reais e pode ser usado em até 60 ou 70 dentes, o que torna o procedimento acessível a todos.

terça-feira, 6 de junho de 2017

Teste de Humanidade

Em 2015, durante uma viagem à Uganda, na África, o papa Francisco afirmou que a forma como o mundo reagiria à crise dos refugiados seria um teste de humanidade. Faz sentido, enquanto uns se mostram indiferentes à necessidade alheia, outros se preocupam e buscam soluções que auxiliam quem perdeu tudo a recomeçar.


Na Alemanha, um site foi criado para conectar pessoas dispostas a receber refugiados em sua própria casa e a ideia se espalhou por diversos países.



E você, o que acha das iniciativas em favor dos refugiados? É a favor de políticas que facilitem a entrada deles em seu país?